Cotidiano dos Acadêmicos


*********************************
07/11/15
O nosso Poeta Adriano Sales apresentou seu livro na Academia Palmarense de Letras no último sábado(07). Na ocasião, o poeta presenteou a APLE e a Biblioteca Fenelon Barreto com exemplares de seu livro.




**************************************
04/10/2015

No último domingo(04) o escritor poeta Adriano Sales lançou seu livro na X Bienal do Livro de PE.

************************************** 
19/09/2015

A escritora Sevatil Lôbo apresentou palestra na FLIPORTO 2015
Com o tema: O escritor e a obra de ficção
 (Destinação e  Recepção)




***************************************
O Escritor, Poeta e Psicanalista Adriano Sales, lançou no 5º aniversário da Academia Escadense de Letras, o livro: “Eu Poesias em Vias” – 

Nossas felicitações ao nobre escritor.

***Biografia:

Nascido em Palmares-PE, cresceu nas ruas calmas do Bairro do Coqueiro, na cidade de Escada-PE. A década de 80, mascou muito a sua vida infantil, tempo pacato em que junto com amigos jogava bola descalço nas ruas, correndo para todos os lados mostrando saúde de ferro.

Estudou o ensino fundamental na Escola Barão de Suassuna – também conhecido como grupo escolar - ; Iniciou o ginásio na então Escola Municipal Ministro Eraldo Gueiros Leite, onde seguiu até o segundo grau técnico em contabilidade. Migrou antes da finalização do curso para a Escola Professor Eraldo Campos onde se formou em administração de empresas.

Iniciou sua vida acadêmica da Faculdade Mauricio de Nassau ingressando no curso de bacharel em direito, interrompido o curso, finalizou sua graduação no curso de logística na Faculdade Boa Viagem. Psicanalista pela ABEPE – Associação Brasileira de Estudos Psicanalíticos do Estado de Pernambuco, também atua como diretor de Comunicação da Academia Escadense de Letras, entidade em que ocupa a posição de Acadêmico Efetivo na Cadeira nº 06 tendo como patrono Josué de Castro.


************

O Membro Honorário da AELE, Alexandre Farias vai comandar a partir dessa segunda-feira (13/04), o telejornal ABTV segunda edição na TV Asa Branca, afiliada Rede Globo.

--------------------------------

14/09/2014

Valdeci Leocádio na FLIPO 2014



Poeta, Cordelista e Escritor escadense Valdeci Leocádio DÉDO, participa como palestrante na FLIPO (Porto de Galinhas) 2014 - Na Foto: Dédo recebendo certificado das mãos do presidente da União Brasileira de Escritores, Alexandre Santos e do escritor Edson Francisco.


Foto: Josias Teles
________________________________
de 24/08/2014

EXPOSIÇÃO DE ARTES EM ESCADA

O escritor, poeta e membro da Academia Escadense de Letras,  Adriano Sales ataca agora de artista plástico. Com duas telas em exposição na EXPO ARTE DA NOSSA GENTE, que acontece de 23 a 30 de agosto do ano corrente na área externa do auditório da FAESC – Faculdades da Escada, Adriano Sales dá início a sua mais nova modalidade de produção artística.
Promovida pela Arte Realizações, sob a coordenação da baluarte Acadêmica Lourdinha Assis, a exposição acontece em comemoração ao “Dia Municipal dos Artistas Escadense” (24 de Agosto), Lei municipal 1.946/01, que foi aprovada em 16/04/2001.
A exposição é um conjunto de obras de diversos artistas da cidade de Escada que se reúnem nesse evento para mostrar suas produções artísticas.
Para quem deseja visitar o evento a entrada é franca.

Sobre a obra – palavras do autor:

Vislumbrando a importância desses dois grandiosos pintores do século XX, ousei inventar uma mistura dos dois. Uma atitude não muito modesta para um amador dos pincéis e tintas.
Pendurado pela égide das palavras de Cícero Dias faladas para Picasso, quando tal pintava “Guernica”, comecei a estudar e a fazer exatamente o teor de sua proposta: exprimir o que está se sentindo. Então transformei em imagem tais sentimentos sob duas poesias de minha autoria.
Usando os elementos cubistas de Picasso e o renascentismo modernista de Cícero Dias, em tinta acrílica sobre tela, sem muita prática no uso dos pincéis, porém com a ideia de gerar emoções, viagem e reflexões, dei cores fortes que chamam as atenções dos olhares, com pouca luz e contornos expressivos nascem as DUAS MARIAS.


-------------------------------------------------

O Membro Efetivo e Sócio Fundador da AELE Adriano Sales, promoveu no dia 11/08/2014 uma homenagem ao Dia do Estudante com arte e poesia.

“Lutar com palavras” é o nosso lema.





----------------------------------

O Acadêmico Efetivo da AELE Tarcisio Augusto Alves Silva recebe hoje (06/06/2014) um dos mais impotantes prêmios da área Acadêmica e Educacional no Brasil: Recebendo o prêmio Vasconcelos Sobrinho da CPRH.
Nossos Parabéns !!!






-----------------------------------
O Escritor Acadêmico Correspondente da AELE Edmilson Lima irá lançar mais um de seus trabalhos na Fliporto/2013, será no dia 17 (novembro) no estande da Editora Bagaço, as 15h.

CONTAMOS COM A PRESENÇA DE TODOS


Para quem não conhece, ai está as outras publicações de Admilson Lima

------------------------------
Um Membro da AELE na Academia Internacional de Literatura e Artes

O Presidente da AELE, Waldyr Siqueira tomará posse como Acadêmico Efetivo na AILA - Academia Internacional de Literatura e Artes, o evento será realizado no próximo dia 21/11/2013 na Cidade do Recife.



----------------------
OUTRAS ATITUDES

Já está "no ar" desde 15 de outubro o 1º Livro Digital de Escada, de autoria do Acadêmico Honorário da AELE Edmundo Fernandes.
Os leitores podem acessar pelo link:  http://outrasatitudes.wordpress.com/  e conferir o rico material.

E tem mais novidades por aí... 

Esse Primeiro livro virtual de Escada, outrasatitudes.com será convertido em BLOG DE AÇÕES POSITIVAS. Lançamento na rede será segunda, dia 11/11/2013. AGUARDEM!!! —



----------------------------------------------
'BOTA FORA' de Cândida Sérgio - 20/10/2013
Nossa colega Acadêmica Cândida Sérgio, está indo passar uma temporada em Portugal onde irá concluir seu curso de doutorado.
E para comemorar esse estágio alcançado, realizamos o “Bota Fora” dessa ilustre colega, amiga e companheira.
Mas... o que é “Bota Fora” ?
-É uma espécie de (festa de despedida) com o objetivo de dizer: Volte com o objetivo atingido.

É isso que desejamos para nossa futura Doutora.

Vai Cândida... busca teus objetivos e traga para nós mais essa vitória para compartilharmos com a mesma alegria e união de sempre.







------------------------

Membro Correspondente da Academia Escadense de Letras, 

abre as portas da sua casa para o Diário de Pernambuco:


uma visita nostálgica


Peças garimpadas em antiquários dominam a decoração do apartamento de Suzana Mont'Alverne

No apartamento, nem “um fio de cabelo” fica fora do lugar. Nem imaginaríamos que duas crianças moram lá, se não fossem os brinquedos metodicamente organizados dentro de uma caixa colorida no escritório. “Fica mais fácil de encontrar tudo quando deixamos sempre no mesmo lugar”, explica a educadora Suzana Mont’Alverne, 34 anos, enquanto arruma um frasco de xampu ligeiramente afastado do condicionador.
O apartamento onde ela, o marido, o advogado Roberto Bruto, 35, e o casal de filhos Heloísa, 5, e Antônio, 1, moram há quase dois anos, fica no bairro de Casa Forte. Antes, a família vivia no “coração” da capital, no bairro da Boa Vista. A mudança fez bem. “O bairro é agradável, simpático e muito arborizado. Tem a praça, que é ótima para passear, além de várias opções de lazer próximas de casa”, diz Suzana.


antiquários. “Somos um casal velho. Aliás, velho não. Não muito moderno”, resume Suzana. O gosto por objetos antigos começou antes mesmo de se casarem, oito anos atrás. O primeiro presente de noivado foi uma pinha de louça (que fica em destaque na sala de estar, em cima da televisão). O apartamento foi sendo moldado a partir da peça. Quando viajam, um dos programas preferidos é visitar lojas de antiguidades.  O lustre localizado acima da mesa de jantar e o relógio do centro da sala, por exemplo, vieram da Argentina.
Nas prateleiras do escritório e mesas de centro da sala, suvenirs com chapéus e caveiras mexicanas, livros de Frida Kahlo e quadros lembram os seis meses que a educadora morou no México, há quase doze anos. “Sou apaixonada por aquele país até hoje.” No corredor, mais lembranças das viagens. As rolhas dos vinhos tomados são datadas e colocadas em um depósito de vidro. Ao lado, caixas de fósforos dos mais diversos países. Tudo isso em um móvel no estilo retrô, também comprado em um antiquário. Não falta espaço, no entanto, para artistas locais, como Francisco Brennand, que assina a tapeçaria da sala de jantar – peça rara, já que o artista plástico já não faz esse tipo de trabalho.
Entre os ambientes, o xodó é exatamente o menor: o lavabo. “A gente escolheu cada peça em uma loja diferente, demorou quase um ano para ficar exatamente como queríamos”, explica Suzana. As peças douradas da parte hidráulica foram as mais trabalhosas de achar. O espelho, a jardineira e o lustre, adivinhem só, foram todos comprados em antiquários do Centro do Recife.  (Texto: Carolina Braga / Fotos: Bernardo Dantas)

Clipping

http://aurora.diariodepernambuco.com.br/2013/09/uma-visita-nostalgica/

--------------------------

Membro Correspondente da Academia Escadense de Letras recebe o Título de Cidadão Recifense:



Clipping do facebook:




Advogado recebe título de Cidadão Recifense. A Câmara Municipal concedeu o título de Cidadão Recifense ao advogado Sócrates Vieira Chaves, na manhã desta sexta-feira, 13, por iniciativa do vereador Wanderson Florêncio (PSDB) “em reconhecimento à seriedade, dedicação e profissionalismo com que sempre exerceu sua carreira, contribuindo para toda a sociedade recifense”. Familiares, amigos e colegas de profissão lotaram o plenário para a solenidade que começou às 11 horas e teve uma de duração. Sócrates é natural de Escada, na Zona da Mata de Pernambuco, tem 51 anos e vive há 35 no Recife.

A reunião solene foi presidida pelo vereador Eduardo Marques (PTB) e a mesa composta pelos desembargadores Stênio Neiva, Roberto Ferreira Lins, Sérgio Torres, pelo secretário-geral da Ordem dos advogados do Brasil (OAB – PE), Sílvio Pessoa Júnior e pelo prefeito de Escada, Lucrécio Gomes. Sócrates Chaves foi conduzido ao plenário por uma comissão formada pelos vereadores Wanderson Florêncio e a vereadora licenciada Aline Mariano (PSDB). Entre os presentes estavam o procurador da Câmara Municipal do Recife, Izael Nóbrega, os deputados federais Raul Henry e José Chaves. 

 Após o Hino Nacional, Florêncio fez o discurso de saudação e disse que era uma honra “conceder esta comenda ao renomado jurista”, acrescentando que “termos o plenário e galerias lotados, nesta manhã chuvosa, é a prova do seu prestígio. Esta solenidade significa o abraço desta cidade ao seu novo filho”, disse. Ele relembrou o histórico de Sócrates Chaves e acrescentou que “o universo jurídico sempre foi a tônica de sua formação profissional. Através de sua profissão ele travou lutas importantes, sempre ao lado dos menos favorecidos”. O vereador registrou sua amizade pelo advogado e ressaltou que a presença do amigo foi muito importante no período da perda do pai.

 O homenageado trabalha no escritório Sócrates Chaves Advocacia e Consultoria, nas áreas dos Direitos Administrativo e Tributário, sobretudo em recuperação de créditos para municípios em detrimento da subtração indevida pela União. “Atua também em defesa dos contribuintes que são taxados e obrigados a pagarem foro, laudêmio e taxas de terreno de marinha cobradas pela secretaria do Patrimônio da União”. Ele também exerce a Função de Conselheiro na Ordem dos advogados do Brasil seção Pernambuco, atuando na turma de ética e disciplina, bem como faz parte da comissão de petróleo e gás da OAB. 

 Após a entrega do título, Sócrates Vieira Chaves fez discurso de agradecimento. “É um momento tão especial que fica difícil colocar em discurso o que estou pensando. Não é possível dimensionar minha emoção”. Ele também disse que os amigos e a família que formou são frutos “que esta cidade me ofertou”. Em seguida, afirmou que “o Recife me deu lápis, papel, família, amigos e um campo fértil para exercitar a minha profissão”. Também relembrou a época em que foi estudante recém chegado ao Recife. “Sempre fui um apaixonado pelo Recife, vivenciando cada momento de sua arquitetura, da sua paisagem, das suas praias, dos bares, do calor humano”. 

 Sócrates Chaves disse que foi estudante de Direito na Universidade Católica e quando se formou montou o seu primeiro de advocacia no centro do Recife, onde podia apreciar o Rio Capibaribe e as mudanças exigidas à cidade no período carnavalesco, por causa do Galo da Madrugada. “Não há como não se apaixonar pelo Recife. Hoje eu o contemplo pela janela do meu escritório na Ilha do Leite, com a mesma emoção. Esta comenda me dá oportunidade de renascer como filho desta terra querida”, finalizou.

 Em 13.09.2013, às 12h10

 ------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário